Lojas Americanas Celulares

Essa foi rápida: operadoras já debatem flexibilização da neutralidade de rede no Brasil

Ricardo Eletro 15 Dez 2017



Não demorou nem um dia desde a decisão dos EUA de porem fim à neutralidade de rede no país, e as operadoras brasileiras já discutem uma “flexibilização” no Marco Civil da Internet para fazer algo parecido por aqui, também. Antes mesmo da votação nos EUA, o assunto já estava na pauta das empresas. As teles argumentam que, ao serem obrigadas a oferecer a mesma velocidade de tráfego para qualquer site ou serviço, a implementação do 5G ficaria comprometida. É mais ou menos o mesmo argumento do presidente da FCC, Ajit Pai. Segundo ele, é necessário permitir que as operadoras priorizem dados para melhorar o serviço. E é aí que os defensores da neutralidade de rede argumentam contra a nova medida. Para eles, essa prioridade a alguns serviços de fato vai gerar mais renda às operadoras, mas acabará por restringir o acesso a outros serviços.

Por aqui, no entanto, o assunto ainda está em debate, segundo o presidente da Sinditelebrasil, Eduardo Levy. “Isso está sendo discutido nos grupos fechados, aqueles que tratam de IoT e 5G, e virá à tona quando estiver na agenda do dia”, explicou Levy, em entrevista ao portal G1. Só estamos vendo o debate nos EUA e relembrando aquilo que já debatemos. De acordo com a publicação, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações já elabora um plano para popularizar a IoT aqui no Brasil. E, junto à Anatel, o órgão também já faz estudos para a implantação do 5G no país. Lembrando que ainda temos muitas antenas 2G Brasil afora, e o desligamento desse serviço é essencial para o sucesso da quinta geração da banda larga móvel, de acordo com o presidente da Qualcomm para a América Latina, Rafael Steinhauser

Celulares BR © Copyright 2017 - 2018, Todos os direitos reservados